Arquivo da tag: viagem

19
fev

Planejar é tão bom quanto viajar

Aline

Nunca comprei um pacote promocional de viagem. Algumas vezes até tentei, mas não consegui me interessar de verdade pelo roteiro proposto. Não porque os pacotes não sejam bons, tem algumas opções que parecem ótimas, mas acho que o principal motivo é o fato de eu gostar de planejar a própria viagem.

Sou dessas que começa a viajar antes mesmo de definir o destino. Pesquiso os destinos, a melhor época do ano para visitar cada um deles, as opções de lazer, transporte, hospedagem, as passagens e, claro, a opinião de outros viajantes. Procuro sempre escolher um destino que eu não conheça. Tem tanto lugar que ainda quero conhecer, que evito repetir os lugares já visitados.

Sobre as vantagens de montar meu próprio roteiro, a principal delas é que é possível definir a viagem de acordo com os meus interesses e de quem está viajando comigo. Para mim, montar o roteiro é tão prazeroso, que se torna uma das etapas mais importantes da viagem. Nessa busca me surpreendo com cada coisa legal que não integra os pacotes tradicionais e normalmente são experiências incríveis.

Estudando as possibilidades que cada destino oferece, fica mais fácil definir qual será o melhor lugar para se hospedar e quantos dias serão ideais para conhecer o local. Além do mais, com planejamento e pesquisa é bem possível economizar muito.

Aproveito para deixar algumas dicas de sites que me auxiliam nessas buscas:

http://www.melhoresdestinos.com.br/ (Baixei o aplicativo no celular e recebo muitas ofertas de passagens aéreas. Já comprei e recomento).

https://www.passagensimperdiveis.com.br/  (Também baixei o aplicativo, mas ainda há poucas ofertas de passagens).

https://www.airbnb.com.br/  (Além de excelentes opções de hospedagens, tem opções de comprar experiências bem interessantes. Os preços costumam ser muito mais baixo que os hotéis e existem acomodações para todos os gostos. Já aluguei excelentes casas com piscina no Nordeste e me surpreendi).

www.booking.com (Ideal para comparar preços de hotéis e permite fazer reserva com cancelamento grátis, dependendo da política da acomodação. Ótimo para garantir hospedagem e ainda continuar procurando outras opções. Só fique atento a data limite de cancelamento sem custo).

https://www.hoteis.com/ (Permite pagar tudo antes da viagem, já incluindo o IOF e todas as taxas. Isso evita possíveis surpresas com taxas e variação do dólar).

https://www.viajenaviagem.com/ (O colunista da Band News Ricardo Freire dá excelentes dicas baseadas nas dúvidas que recebe dos seus ouvintes. Bem interessante).

Bjs,

Aline Cambuy

6
ago

Vencendo os pré-conceitos

landmark-new-york-nyc-33235
Tem vezes que eu gostaria de ter o desapego de conceitos de uma criança. De recuperar aquela capacidade de experimentar e tentar tudo – comum em todos nós quando ainda pequenos. Sem ideias ou opiniões pré-formadas.

Digo isso porque há poucos dias tive uma das melhores sensações da minha vida. Mas apenas por ter conseguido a libertação de algumas ideias.

Antes de continuar quero dizer que quase todos temos ideias e opiniões sobre tudo. Até sobre aquilo que ainda não conhecemos ou experimentamos. Especialmente os jornalistas. Posto isso posso continuar com a certeza de que não serei julgado.

Amo viajar. Quem não ama, não é? E depois de 15 meses de Talk tive as minhas primeiras férias (desconsiderando o final do ano que sempre viajamos para o Rio Grande do Sul). Optei por tirar com 15 meses para encaixar com o período de descanso da Amanda. Quando tive o ok que seria possível, começamos a planejá-las. Isso foi lá por setembro do ano passado. Decidimos viajar. Afinal, o amor por conhecer novos lugares é algo que – entre tantas coisas – eu e a Amanda temos em comum.

Havíamos decidido economizar para viajarmos para fora do país. Eu queria Portugal. Ela, Estados Unidos. Eu queria Porto e ela, Nova York. Eu estava optando pelo conhecido e seguro. Ela, pelo novo e desafiador.

Eis que começava a minha saga pessoal. Eu também queria Nova York. Abracei como um sonho nosso. Mas e superar as ideias e opiniões já formadas sobre o destino? A comunicação em inglês talvez fosse o menor dos meus medos. E se alguém resolvesse mostrar para o Trump que para tudo há consequência? E se eu ficasse incomodado com tanta gente e movimento? E se eu não conseguisse aproveitar por causa do calor de mais de 40 Cº da cidade? E se eu me sentisse incomodado com o voo de nove horas, já que voar me deixa bem nervoso? Era muito “se” com coisas que eu havia lido na internet ou acompanhado na TV.

Aí depois de muita paciência dela – e conversas – transformei todas essas perguntas – com respostas dos outros – em uma única questão: e se eu amar?

E eu amei. Quais as novas respostas para aquelas mesmas perguntas?

Nova York é muito mais segura que qualquer cidade que já conheci (pelo menos para turistas). Distanciar-se da Times Square é a oportunidade de viver a cidade como um local. Então já não é tanta gente assim. O calor é suportável pelo tanto de prédios e árvores que ajudam com sombra. Superar as questões com o voo fica mais fácil quando se tem uma super companheira do lado que encontra maneiras para acalmar e entreter a pessoa.

Descobri uma cidade que tem tudo a ver comigo e com a Amanda. Um lugar que passa a sensação de liberdade, mobilidade, segurança, modernidade e a intensidade de tudo isso sendo vivido por pessoas de todos os cantos do mundo. Nunca vi tantos imigrantes de diferentes lugares em um só. Nunca vi uma cidade com tanta energia. Tanta vida. Tanto tudo. Voltamos renovados. Algo inexplicável.

Mas daí alguns podem dizer que isso era óbvio. Será? Será que você aí não tem nenhuma ideia pré-formada ou medo que possa estar barrando uma experiência incrível?

Liberte-se. Experimente. Curta. Viva.

Beijinhos,

Wellington

27
jul

Gastar com viagens nunca será um desperdício

adventure-ball-shaped-blur-346885

Toda vez que você viaja sempre há aquela preocupação com os gastos. Quanto será investido em passagens, acomodação, alimentação, transporte, passeios, presentes, entre muitos outros. E ao final da viagem você para e percebe que o montante gasto foi considerável. Pode até bater aquele pensamento: “eu não deveria ter gasto tudo isso”. Mas a verdade é que vale a pena sim por um simples fator: os ganhos com essa viagem são infinitamente maiores.

Você pode ir para um estado vizinho, para outro país próximo ou mesmo do outro lado do mundo. Mas todo novo lugar vai te proporcionar uma experiência única. Algo que você não esperava encontrar ou que você aprendeu sobre um determinado povo. Conhecemos culturas, costumes, hábitos e maneiras de enxergar o mundo totalmente diferentes. Isso faz com que a sua maneira de enxergar o mundo também seja completamente modificada. Quando você fica aberto a conhecer o novo, de fato os horizontes se ampliam e qualquer pessoa pode ser modificada.

O blog de viagens Esse Mundo É Nosso fez há algum tempo um texto excelente sobre a importância das viagens que você fez. Nele, a lição mais importante que o autor nos dá é que todos os nossos bens materiais podem se perder algum dia, mas o que sempre vai restar são as experiências de vida que você conquistou e que ninguém nunca vai tirá-las de você. E as viagens estão entre as experiências mais enriquecedoras para quem quer que seja.

É claro que existem muitas prioridades e necessidades na vida. Mas com um pouco de planejamento e organização é possível economizar uma quantia e ir para um lugar diferente para viver uma nova experiência. Tenho certeza que o dinheiro não terá sido gasto em vão.

Renan Araújo.