Arquivos da categoria: Música

1
abr

Qual o seu repertório?

musicaEste final de semana fui a um grande festival de música, o Lollapalooza. Lá, uma multidão de gente esperava para ver seus ídolos. Com várias atrações no line-up, a ideia dos organizadores era a de agradar a gregos e troianos. Tarefa ingrata e digo mais: impossível. Com mais de 50 atrações é fácil atingir um pouco de cada tribo, mas não dá para atingir muito de nenhuma. Claro: cada banda tem um estilo e repertório, normal. Mas aí você se pergunta: sim, e daí, qual a novidade? A novidade está no repertório do outro, daquele que a gente não conhece – e isso pode ser levado a outras esferas: nossa vida, por exemplo.

Provavelmente quem foi ao festival para assistir ao rock’n roll de outras décadas de Robert Plant e Smashing Pumpinks não estava muito interessado em assistir ao show de música eletrônica do Skrillex ou ao dance de rádio FM do Calvin Harris — mas isso não diminui a importância que os dois têm para quem gosta de chacoalhar na pista, entendeu?! O que não dá para acontecer – e não aconteceu, ainda bem – é desrespeitar o repertório do outro. O fato de você não gostar de dançar não pode ser pressuposto para você ir lá e reclamar por estar rolando um show de dj, porque tem quem goste. E digo mais: se você tiver a mente aberta, pode se surpreender com o repertório do outro e até arriscar uns passos de dança – ou simplesmente apreciar a vista.

No meu caso, fiquei apaixonada pelo som e visual da Saint Vincent, de quem nunca tinha ouvido falar. Mas voltando ao plano das metáforas: o repertório do outro sempre pode surpreender se você estiver disposto a escutar – e aqui eu não estou falando de música, estou falando de gente. É preciso ouvir música e é preciso ouvir o outro – afinal, se todo show tivesse as mesmas músicas sempre, ninguém ia querer assistir outra vez.

Luciana Penante

8
mar

Para relaxar

relaxamento Esta semana foi uma semana de trabalho intenso. Não que não tenhamos sempre muito trabalho. Mas, nos últimos dias, tenho feito tanta coisa ao mesmo tempo que fiquei mais cansada do que o normal. É sempre bom poder trabalhar e ser reconhecida, mas às vezes é preciso nos lembrar da importância de relaxar.

Por isso, se você também está em uma fase mais corrida, seguem alguns conselhos que recebi e tenho seguido:

1. Caminhe de 10 a 30 minutos todos os dias e sorria enquanto caminha (parece bobagem, mas juro que funciona);
2. Medite ou reze pelo menos 10 minutos por dia;
3. Escute boa música todos os dias (às vezes me pego cantando no meio da rua com todo mundo olhando. Mas confesso que nem ligo);
4. Ao acordar, agradeça pelo novo dia;
5. Viva com energia, entusiasmo e empatia;
6. Participe de mais brincadeiras do que no ano passado (meus afilhados agradecem e eu fico feliz de poder estar com eles);
7. Sorria mais;
8. Coma mais alimentos que crescem nas árvores e nas plantas e menos alimentos industrializados;
9. Coma frutas silvestres. Tome chá verde, muita água e um cálice de vinho por dia. Cuide de brindar sempre por alguma das muitas coisas belas que existem e, se possível, faça em companhia de quem você ama;
10. Elimine a desordem de sua casa, seu carro e seu escritório. Deixe que uma nova energia flua em sua vida;
11. Não gaste seu precioso tempo em fofocas, coisas do passado, pensamentos negativos ou coisas fora de seu controle;
12. Não deixe passar a oportunidade de abraçar quem você ama;
13. A vida é muito curta para você desperdiçar o tempo odiando alguém (um dos mais importantes para mim);
14. Não se leve tão a sério. Ninguém faz isto;
15. Não precisa ganhar cada discussão. Aceite a perda e aprenda com o outro;
16. Não compare sua vida com a dos outros. Você não sabe como foi o caminho que eles tiveram que trilhar na vida;
17. Ninguém está tomando conta da sua felicidade a não ser você mesmo;
18. Ajude sempre os outros;
19. Lembre-se: não importa se a situação é boa ou ruim, ela mudará;
20. Viaje e, claro, use filtro solar.

Thalita Guimarães

4
nov

Virada Cultural

A segunda edição da Virada Cultural de Curitiba acontece neste final de semana (05 e 06/11). O evento está com programação em 84 pontos da cidade, o que promete atrair muitos expectadores, assim como na edição passada, que aconteceu em abril deste ano.  As principais atrações acontecem na Praça da Espanha, nas Ruínas do São Francisco e no Paço da Liberdade, com shows gratuitos de Almir Sater, Jair Rodrigues, o Teatro Mágico, Ultraje a Rigor, A Banda Mais Bonita da Cidade, entre outros.

Na Praça da Espanha, além do palco, será montada uma praça de alimentação ao ar livre com música e gastronomia. Serão 28 estabelecimentos reunidos, que ofereceram cardápios variados e com preços bem atrativos.

Além disso, na Virada também terão apresentações teatrais, mostras de cinema e exposições em museus. Para quem vai estar na cidade e não tem nada programado para o final de semana, essa é uma boa oportunidade para conferir o evento que recebeu muitos elogios na edição passada. Então fica a dica. Quem quiser conferir a programação e saber mais sobre o evento, basta acessar o site http://correntecultural.com.br  

Luanda Fernandes

23
set

Rock in Rio 2011

Hoje começa o maior festival de música do Brasil, o Rock in Rio. Com 26 anos de história, o evento é um sucesso no Brasil e no mundo e traz grandes personalidades musicais do mundo inteiro para o Brasil.

Na cidade do Rock, em Jacarepaguá no Rio de Janeiro, está tudo preparado para receber os espectadores para a primeira noite de shows, que vai começar com Paralamas do Sucesso e Titãs, Milton Nascimento e Maria Gadu, Claudia Leitte, Katy Perry, Elton John e Rihanna. Tudo bem, é um festival de música com pop e rock nacionais e internacionais, mas Claudia Leitte com Elton John?

O segundo e o terceiro dia de shows têm mais a cara do nome do evento, com Snow Patrol, Red Hot Chilli Peppers, Stone Sour, Metallica, Slipknot e Motörhead. Mas mesmo com estas atrações, estão na lista, nos outros dias do festival, nomes como Ivete Sangalo, NX Zero e Marcelo D2. Não que as pessoas não gostem destes artistas, mas podem me chamar de antiquada ou quadrada, o evento se chama “Rock in Rio”, então, viva o rock! Outro detalhe é que os espectadores não são, nem de longe, os mesmos públicos que gostam de Metallica e Ivete Sangalo, ao mesmo tempo.

Ivete Sangalo e Cláudia Leitte que me perdoem, mas para cantarem em um evento desses ele teria que ter outro nome, como carnaval ou “Axé in Rio” e com certeza, um outro público.

Fabíola Cottet